Um poema de Richard Blanco

TALVEZ  para Craig   Talvez fossem os cartazes prometendo o paraíso, talvez essas cinquenta e nove milhas com a sua mão na minha, talvez o meu sexy roadster, de cima para baixo, talvez o vento dedilhando seu cabelo,  o sol em suas coxas e o peito nu, talvez fosse apenas o passeio sobre o mar […]