Um poema de Walt Whitman

  Nós dois, meninos juntos, apegados   NÓS dois, meninos juntos, apegados Um nunca deixando o outro, Pra cima e pra baixo nas estradas, ao Norte e Sul fazendo excursões, Apreciando tudo: o alongamento dos cotovelos, os dedos se apertando, Abraçados e destemidos, comendo, bebendo, dormindo, amando.   Nenhuma lei pode saber mais de nós mesmos: […]